Cachoeira da Pedra Furada (Biritiba-Mirim)

Saúde, disposição para andar algumas horas e uma pequena mochila são coisas mais do que suficientes para se fazer a trilha rumo à Cachoeira da Pedra Furada, cujo acesso se dá entre Mogi das Cruzes e Biritiba-Mirim, no Parque Nacional da Serra do Mar.

 

Pedra Furada 10

 

Continue reading “Cachoeira da Pedra Furada (Biritiba-Mirim)” »

Cachoeira do Chá (Tapiraí)

A Cachoeira do Chá é a principal atração turística de Tapiraí, pequena cidade na região de Sorocaba. Mas não é a única. Com 87% de seu território em área da Mata Atlântica, o município aparece em 3º lugar no ranking de preservação paulista – atrás apenas de Ilhabela e Ubatuba – e é considerado pela UNESCO uma “Reserva da Biosfera”, cheia de trilhas e com quase 20 cachoeiras.

A mais famosa delas, a do Chá, tem fácil acesso e é uma das mais belas do estado.

 

Chá 03

 

Continue reading “Cachoeira do Chá (Tapiraí)” »

Rota Francisca Frei Galvão – Rota Sabedoria

Bem-vindo ao maior dos percursos da Rota Franciscana Frei Galvão. Com 222 km a serem percorridos a pé ou de bike e mais 51 km para serem apreciados da janela do trem, o trajeto que passa por 12 cidades traz paz, fé, cultura, alegria, conhecimento, esperança, equilíbrio e, acima de tudo, sabedoria.

 

Sabedoria - Mapa

 

Continue reading “Rota Francisca Frei Galvão – Rota Sabedoria” »

Rota Franciscana Frei Galvão – Rota Conhecimento

Antigas fazendas de café, trilhos de trem e até um chafariz têm muito o que contar sobre a história de São Paulo: estamos falando da Rota Conhecimento, mais uma etapa da Rota Franciscana Frei Galvão que espera por você em Bananal; é lá que você iniciará o percurso. Conhecimento - Mapa Continue reading “Rota Franciscana Frei Galvão – Rota Conhecimento” »

Rota Franciscana Frei Galvão – Rota Alegria

O nome não poderia se mais adequado. A Rota Alegria, da Rota Franciscana Frei Galvão, é cheia de cachoeiras, parques, mirantes e até bares, restaurantes e alambiques. Alegria - Mapa   Ela começa em São Francisco Xavier, onde, antes de tudo, você deve passar no Centro de informações Turísticas para fazer sua credencial para as andanças ou pedaladas. Lembrando: não precisa de credencial, mas ela serve para você receber um certificado ao final do trajeto.   Continue reading “Rota Franciscana Frei Galvão – Rota Alegria” »

Rota Franciscana Frei Galvão – Abertura

É hora de caminhar e/ou pedalar no Lugarzinho. Estamos falando da Rota Franciscana Frei Galvão, roteiro turístico para ser feito a pé ou de bicicleta, criado pela Secretaria de Turismo do Estado.

Abertura_Caminhada 2

 

Quando se fala em conhecer São Paulo, é natural se pensar em pontos turísticos na própria capital, como o MASP e a Casa das Rosas, o Teatro Municipal, a Pinacoteca, a Avenida Paulista e o Edifício Copan, entre outros. No entanto, contemplando 30 municípios das regiões da Cantareira, Vale do Paraíba, Alto Tietê e Serras, este roteiro serve para conhecer muito além do grande centro.

 

Continue reading “Rota Franciscana Frei Galvão – Abertura” »

Praia de Calhetas (São Sebastião)

A Praia de Calhetas é avistada e admirada por quase todo mundo que passa pelo trecho da Rio-Santos entre Toque-Toque Pequeno e Toque-Toque Grande, no km 144, mas não é visitada por quase ninguém.

O primeiro motivo é que quem a vê rapidamente da estrada pensa tratar-se de uma ilha, sem acesso por terra. O segundo é que não há estacionamento, entrada para carro ou nada parecido que se note com facilidade.

 

 

Continue reading “Praia de Calhetas (São Sebastião)” »

Praia do Cedro (Ubatuba)

A Praia do Cedro é uma das mais tranquilas e menos visitadas de Ubatuba, o que não significa que na alta temporada ela também não receba muitos turistas. No entanto, a visita sempre vale a pena por tratar-se de uma praia quase intocada, de águas cristalinas, ótima para o mergulho.

 

 

A 4,5 km do centro de Ubatuba, pela própria Rio-Santos, entra-se para a península da Ponta Grossa através da Praia do Tenório, passa pela Praia Vermelha do Centro e segue até o farol, onde pode estacionar o carro.

*Há outra praia com o mesmo nome em Ubatuba, mais ao sul, também muito bonita, mas vamos seguir falando desta, na península da Ponta Grossa.

Continue reading “Praia do Cedro (Ubatuba)” »

Cachoeira dos Pretos (Joanópolis)

Primeira coisa importante a se esclarecer: apesar das diversas histórias que ligam a cachoeira a supostos suicídios e assassinatos de escravos, seu nome vem, na verdade, da família que era proprietária das terras onde ela fica. Descendentes do fidalgo português Antonio Preto, que desembarcou por aqui no século XVI e tornou-se bandeirante, a família Preto espalhou-se pelo estado, fixando muitos dos seus naquela região e dando nome, já no século XIX, a vários bairros, vilarejos e, consequentemente, à Cachoeira dos Pretos.

Continue reading “Cachoeira dos Pretos (Joanópolis)” »

Caverna de Santana (Iporanga)

Segunda maior caverna do estado de São Paulo, perdendo em tamanho somente para a Caverna do Diabo, a Caverna de Santana é, certamente, a mais visitada, devido ao fácil acesso e à grande quantidade de atrações em seu interior.

A 17 km de Iporanga, na direção de Apiaí, ela é uma das principais atrações do Parque Estadual Turístico Alto do Ribeira (PETAR), que engloba um fantástico complexo de mais de 200 cavernas.

Continue reading “Caverna de Santana (Iporanga)” »