Cervejaria Nacional (Pinheiros)

Dizem que devemos experimentar de tudo na vida, desde que dê prazer, não seja caro e que não doa muito. E se valer a pena, a experiência deve ser aproveitada sem pressa e com sentidos aflorados, buscando aproveitar melhor cada momento.

 

Talvez não tenha sido com essa frescura toda – mas provavelmente foi com essa perversa intenção – que o pessoal da Cervejaria Nacional criou o “Sampler”, uma tábua de aparência inocente, com 5 copos com os 5 tipos de cerveja fabricados pela casa – cruel invenção feita para que o visitante possa provar um pouco de tudo antes de escolher o seu, ou, o que é sempre mais provável, os seus preferidos. Mas falaremos dele daqui a pouco.

Continue reading “Cervejaria Nacional (Pinheiros)” »

Sabores de Mi Tierra (Pinheiros)

“El amor es tan importante como la comida, pero no alimenta”, disse o mágico escritor Gabriel García Márquez, um dos maiores símbolos da cultura colombiana. No entanto, encantadores também são alguns lugares que conseguem juntar o amor e a comida na mesma panela.

 

Placa 1

 

Continue reading “Sabores de Mi Tierra (Pinheiros)” »

Bárbara Paz

Olá!

Amo São Paulo! É a cidade da gastronomia no Brasil e não deve nada a nenhuma metrópole do mundo. Além disso, tem de tudo: artes plásticas, museus, exposições, livrarias e cinemas com uma programação ótima e salas lindas.

O lugar que mais frequento na cidade é a feira da Praça Benedito Calixto. Ali tem brechós com roupas maravilhosas e móveis antigos, que adoro. E ao redor da praça tem vários restaurantes ótimos, como o Consulado Mineiro.

 

Barbara Paz 03

 

Continue reading “Bárbara Paz” »

Laert Sarrumor

Bem, vamos lá…

Nasci “acidentalmente” em Mogi das Cruzes, onde nunca morei, e já residi em várias cidades como Sorocaba, Rio de Janeiro, Santos e, atualmente, em São Vicente, desde outubro do ano passado. Mas a maior parte da minha vida passei em São Paulo, capital, onde estudei no Colégio Arquidiocesano e na Faculdade Cásper Líbero, onde nasceu minha filha Ligia e, claro, onde surgiu o Língua de Trapo, uma banda absurdamente paulistana.

 

Laert 1

 

Continue reading “Laert Sarrumor” »

Finnegan’s Pub (Pinheiros)

Sempre nutri uma imensa simpatia pelos irlandeses. Um povo cuja população é metade da de São Paulo, que vive numa ilha linda gelada e chuvosa e que adora curtir a vida cantando, tocando, dançando, tomando cerveja e provocando os ingleses merece respeito.
E Mais. O país de nomes como James Joyce, Bram Stocker, Cranberries, Daniel Day Lewis, Bernard Shaw, Samuel Beckett, Bob Geldof, Oscar Wilde e, claro, o U2, merece quase uma devoção.
Finn 2

Fulana Guaçú (Pinheiros)

Às vezes, dá um certo acanhamento em contar as coisas que acontecem na região onde se mora, mas não por serem coisas ruins. Pelo contrário, começa a ficar chato contar sobre tantos lugares legais e tantas histórias inusitadas que se descobre a cada volta pelas ruas, e dá vontade de mudar o nome do bairro de vez em quando, para evitar que pensem ser exibicionismo ou provocação.

 

00 Placa

  Continue reading “Fulana Guaçú (Pinheiros)” »

Toscozinha (Pinheiros)

Existe coisa melhor do que reunir os amigos para um almoço especial e ir transformando a tarde numa pequena festa onde bebe-se um pouco, cozinha-se um pouco, come-se muito, talvez toque-se mais um tanto e se converse demais, apenas com alguns eleitos? Eu acho que não. E, aparentemente, Ricardo Toscani também acha.

 

Tosca 05

 

Continue reading “Toscozinha (Pinheiros)” »

Vânia Bastos

Olá, queridos…

Uma coisa que adoro fazer é ir, aos sábados, à feira da Praça Benedito Calixto. Sei que não é uma grande novidade para ninguém, mas é que realmente eu gosto muito de lá. Gosto de passear pela feira, almoçar ali mesmo no Consulado Mineiro… hum…. uma delícia!

 

vania_bastos

 

Continue reading “Vânia Bastos” »

Italian Dessert (Pinheiros)

O sorvete é uma invenção dos chineses aperfeiçoada pelos árabes e transformada em algo quase celestial pelos italianos. E apesar de a geladeira só existir a um século e meio, a adoração ao “gelato” já dura milênios.

Diz a história que há mais de 3 mil anos os chineses misturavam neve com as frutas para preparar algo parecido com o sorvete. Com técnica semelhante, os árabes passaram a preparar caldas geladas chamadas de sharbet, que viraram os afrancesados sorbets, famosos sorvetes sem leite.
Italian 3

Lan Lan

Olá!
Tenho várias sugestões de lugarzinhos em São Paulo. Vamos lá:
Gosto muito de almoçar no bar São Cristóvão, aquele do futebol, na Vila Madalena. O cardápio é bem variado e muito bom;
Para lembrar da minha terra, vou ao Pão de Festa, o baiano mais alto astral de São Paulo. Sempre vou lá comer acarajé e bobó de camarão;
Lan 1