Empório Sagarana II (V.Madalena)

Oi João. Desculpa a demora danada, mas vou retomar aquela prosa que começamos tempos atrás lá no www.lugarzinho.com/emporio-sagarana-vila-romana/, de modo que é já já que a gente vai se pegar a saudadear.

 

0 Porta 1

 

Continue reading “Empório Sagarana II (V.Madalena)” »

Amoreira (Alto de Pinheiros)

Mestre João do Rio – que virou filme pelas lentes da Mini Kerti e pelas impecáveis ‘cores’ da Kiti Duarte – ensina que “flanar é a distinção de perambular com inteligência. Nada como o inútil para ser artístico. Daí o desocupado flâneur ter sempre na mente dez mil coisas necessárias, imprescindíveis, que podem ficar eternamente adiadas”.

É mais ou menos isso que a gente faz na Amoreira, a curiosa, estilosa e despreocupada loja da rua Macunis: a gente flana.

 

Loja 2

 

Continue reading “Amoreira (Alto de Pinheiros)” »

Boteco do Vinho (Campos do Jordão)

Os bares e restaurantes de Campos do Jordão podem ser divididos em duas categorias: os que vivem lotados de turistas e os que pouca gente conhece. Quase sempre, estes são muito melhores.


01 deck

 

Continue reading “Boteco do Vinho (Campos do Jordão)” »

Laert Sarrumor

Bem, vamos lá…

Nasci “acidentalmente” em Mogi das Cruzes, onde nunca morei, e já residi em várias cidades como Sorocaba, Rio de Janeiro, Santos e, atualmente, em São Vicente, desde outubro do ano passado. Mas a maior parte da minha vida passei em São Paulo, capital, onde estudei no Colégio Arquidiocesano e na Faculdade Cásper Líbero, onde nasceu minha filha Ligia e, claro, onde surgiu o Língua de Trapo, uma banda absurdamente paulistana.

 

Laert 1

 

Continue reading “Laert Sarrumor” »

Tio da Cerveja (Ipiranga)

Leandro Mani é um cara parecido com você, comigo, com todos nós. Ele cresceu, estudou, se formou em uma profissão normal, foi trabalhar e, como a maioria das pessoas, se encheu do que fazia. Só que, ao contrario dessa maioria, ele resolveu correr atrás e trabalhar com aquilo que gosta de verdade: cervejas!

 

Tio 01

 

Continue reading “Tio da Cerveja (Ipiranga)” »

Fulana Guaçú (Pinheiros)

Às vezes, dá um certo acanhamento em contar as coisas que acontecem na região onde se mora, mas não por serem coisas ruins. Pelo contrário, começa a ficar chato contar sobre tantos lugares legais e tantas histórias inusitadas que se descobre a cada volta pelas ruas, e dá vontade de mudar o nome do bairro de vez em quando, para evitar que pensem ser exibicionismo ou provocação.

 

00 Placa

  Continue reading “Fulana Guaçú (Pinheiros)” »

Loja do Bispo (Jardins)

Em semana de estréia da seção “Lojinha” e de eleição papal tomando conta de tudo, nada mais desafiador do que falar sobre a Loja do Bispo, provavelmente o mais desobediente e provocador comércio de São Paulo.

Bispo 01   Continue reading “Loja do Bispo (Jardins)” »

Empório Sta Adelaide (V.Beatriz)

Ela acorda cedo todos os dias para trabalhar. Tipicamente paulistana, tenta distribuir seu tempo longe do serviço e do trânsito para poder curtir as coisas boas da vida. Ganha o suficiente para se permitir pequenos luxos: uns vinhos para tomar vendo a paisagem e pensando na vida, uns queijos para comer com os amigos, um lanche diferente com as crianças no final da tarde, um café da manhã especial com a família nos finais de semana. Para sua sorte, ela mora perto do Empório Santa Adelaide.

  


Continue reading “Empório Sta Adelaide (V.Beatriz)” »

Vanessa Gerbelli

Olá, queridos!

São Paulo é meu amor e meu bercinho. Moro na cidade maravilhosa há muitos anos, mas definitivamente tenho a alma paulistana. Adoro quando chego a Congonhas, pego um táxi e ouço no rádio a voz dos locutores paulistas, com os mesmos “esses” e “erres” “explicadinhos” que eu pronuncio. Sinto uma ternura imensa e a certeza de que estou chegando em casa.

Continue reading “Vanessa Gerbelli” »

Padaria 14 de Julho (Bela Vista)

Qualquer coisa que complete 115 anos de idade merece respeito. Se essa “coisa” for uma minúscula padaria em São Paulo, onde enfrenta crises, assaltos e a concorrência das novas e gigantescas “paneterias” que mais parecem pequenos shopping centers, o respeito dobra.

A Padaria 14 de Julho foi inaugurada no dia 14 de julho de 1897, em pleno século XIX e, ao contrário do que se possa pensar, foi ela que deu nome à rua onde está localizada, e não o contrário.

Continue reading “Padaria 14 de Julho (Bela Vista)” »